Onix Joy 1.0 2020 – versão “pé de boi” voltada para frotistas, veja preço

Onix Joy 1.0 2020 – versão “pé de boi” voltada para frotistas, veja preço
4.8 (96%) 5 votos

Qual o segredo do Onix para liderar o mercado nacional com uma folga tão confortável? Boa parte do sucesso pode ser creditada à versão Joy, de entrada, que mantém o visual anterior à reestilização.

Sozinha, ela responde por mais da metade das vendas das versões com motor 1.0. Sem grandes atrativos, mas também sem nenhum ponto fraco que chegue a abalar sua fama de carro “honesto”, sua maior força está na relação custo/benefício.

A versão “pé de boi” do Onix, voltada para frotistas. É a única configuração que manteve o visual antigo do hatch compacto e exibe o acabamento mais simples da gama. Entre os pontos negativos estão a ausência de itens importantes, como a central multimídia MyLink e a mudança dos comandos dos vidros elétricos das portas dianteiras para o console central.

A versão tem apenas previsão para instalação de rádio, não incluso fiação para alto-falantes nas portas. É oferecido uma central multimídia, vendida como acessório, de aspecto simples e funcionamento ruim. Itens como ar-condicionado, alarme, trava elétrica das portas, vidro elétrico nas portas dianteiras e direção elétrica são de série, mas há pouco mais do que isso na enxuta lista de equipamentos, desprovida de ajuste de altura e profundidade do volante e de ajuste elétrico dos retrovisores.

O valor do seguro é o mais acessível e a depreciação é uma das menores do mercado. Na linha 2019, o veterano ganhou cinto de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes, além de nova iluminação branca no painel. E, melhor, a Joy foi a única versão sem aumento do preço.

Preço: R$ 43.790