Honda CG 160 nas versões Start, Fan e Titan, ano e modelo 2018 chamadas para recall, defeito na suspensão

Honda CG 160 nas versões Start, Fan e Titan, ano e modelo 2018 chamadas para recall, defeito na suspensão
Avalie esse artigo!

A Honda divulgou um recall para nada menos que 160 mil unidades de seu modelo mais vendido, a CG 160 nas versões Start, Fan e Titan, ano e modelo 2018.

A montadora detectou a possibilidade de travamento do garfo guia da suspensão dianteira em caso de uso severo – passagem em lombadas ou buracos  em velocidades elevadas ou no levantamento proposital da roda dianteira (a popular empinada). Com isso, os usuários estão expostos ao risco de queda com possibilidade de danos materiais e, mais importante, lesões graves.

A partir de segunda-feira (30), as concessionárias receberão os proprietários para a troca do componente. O agendamento pode ser feito no site: www.honda.com.br/recall ou em contato com a Central de Atendimento, no telefone 0800-701-3432 (de segunda a sexta-feira, das 08h às 20h; e aos sábados, das 09h às 14h – horário de Brasília). Modelos e numerações de quadros envolvidos você confere abaixo:

Por que devemos regular a suspensão?
Qual a razão das motos serem dotadas de regulagem nas suspensões? Em linhas gerais, inclusive pela enorme facilidade de oferecer tal recurso, tendo em vista a acessibilidade do elemento elástico – leia-se o conjunto mola-amortecedor, que fica bem à vista.

Do lado do funcionamento, alterar a regulagem da mola em uma moto pequena significa adequá-la a condições de carga diferentes sem que seu comportamento dinâmico sofra exageradamente. E como sabemos, motocicletas são particularmente sensíveis à carga, seja sob a forma de pacotes ou passageiro.

Trocando em miúdos, é assim: uma pequena 125 ou 150 cc pesa algo em torno dos 110 kg em ordem de marcha. Sua suspensão traseira sai de fábrica com um acerto que prevê o uso por um cidadão padrão, o chamado “homem médio” que, de acordo com pesquisas entre usuários, é um cara de cerca 70-75 kg de peso.