Honda CG Titan 125 foi uma das motos mais roubadas em 2016 / 2018, conheça o novo modelo 2019, o que mudou / 2017, confira a lista

Honda CG Titan 125 foi uma das motos mais roubadas em 2016 / 2018, conheça o novo modelo 2019, o que mudou / 2017, confira a lista
Avalie esse artigo!

A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNSeg) divulgou o relatório das motos mais roubadas no Brasil entre janeiro e novembro deste ano. E a Honda CG Titan 125 encabeça a lista, com 19.223 registros. O modelo ocupa a segunda colocação do ranking geral de veículos, atrás apenas do Volkswagen Gol, com 35.636 registros.

O segundo lugar entre os veículos de duas rodas ficou com a versão de 150 cilindradas da CG Titan, com 10.113 casos de furtos ou roubos. O modelo ocupa a 5º colocação no ranking geral, atrás também de Fiat Uno e Palio, que registraram, respectivamente, 16.978 e 13.906 ocorrências.

Em consequência de seus quase 80% de participação no mercado nacional, a Honda também domina o ranking das mais roubadas, ficando com as quatro primeiras colocadas e aparecendo oito vezes no top 10. CBX 250 Twister e C100 Biz anotaram 5.946 e 4.109 casos, respectivamente. A Yamaha YBR surge na quinta posição, com 3.370 ocorrências.

O top 10 é completado por Honda Biz 125 – 2.950 –, Honda NXR 150 – 2.665 –, Yamaha YS 250 Fazer – 1.841 –, Honda XR 250 Tornado – 1.779 –, e Honda NX4 Falcon    – 1.585 furtos ou roubos. Vale lembrar que a incidência dessas ocorrências é tida como um dos critérios para o cálculo dos custos de seguros feito pelas empresas do ramo.